Conheça os termos mais usados nos casamentos | Casa Mentos

DICIONÁRIO DO CASAMENTO: CONHEÇA O SIGNIFICADO DOS TERMOS MAIS USADOS NO MUNDO DOS CASÓRIOS

23.06.2016

 Dicionário do casamento: conheça o significado dos termos mais usados no mundo dos casórios. 

 

Termos-mais-usados-nos-casamentos

Foto: Raoní Aguiar

Casamento é feito com o desejo que seja apenas uma vez na vida (ou várias vezes com uma mesma pessoa – por que não?). Então, normalmente o noivo e a noiva não têm aquela familiaridade com os jargões da celebração e da festa do casório, que normalmente têm uma pegada estrangeira.

Por isso, para ninguém ficar com cara de “como assim?!” na hora de planejar e fechar os serviços da comemoração ou até mesmo escolher o que quer e o que não quer no seu evento, nós da Casa Mentos criamos um dicionário com vários termos usados no mundo dos casórios.

É só imprimir, colocar no bolso e fazer cara de “eu já sabia” quando alguém vier com uma ideia de ter uma demoiselle na sua cerimônia, oferecer um candy buffet para festa ou um convidado metido a esperto perguntar “Qual é o dress code?”. rss!!!

 

Confira nosso Glossário do amor!

 

– B –

Boutonnière – Flor de lapela que o noivo, pais dos noivos e os padrinhos levam pregadas no paletó do terno da cerimônia.

Bridesmaid ou demoiselle – É que algo como “amigas de honra”. É uma versão adulta das damas de honra. O costume não é tão comum no Brasil, mas já tem muitas noivas importando a ideia americana e canadense. As melhores amigas da noiva, além de testemunharem o amor do casal, ajudam na preparação do casamento e usam vestidos especiais.

 

– C – 

Candy buffet – Quem sabe inglês já traduz logo. E é isto mesmo: uma mesa com guloseimas que lembram a infância. São doces como balas coloridas e de sabores sortidos, chicletes, mashmellows, pirulitos, confetes, jujubas e suspiros para crianças e adultos se deliciarem.

Corsage – Essa é outra tradição gringa que promete pegar por aqui. Corsage é aquele arranjo de flores bem pequeno que as mulheres usam no pulso. Lá fora, quem usa isso são debutantes, formandas, madrinhas e até noivas.

 

– D – 

Destination wedding – É quando os noivos decidem fazer o casamento longe de casa. São festas realizadas normalmente em outras cidades que não onde os noivos moram, mas que significa alguma coisa para o casal.. Exige um belo de um planejamento, mas, às vezes, a opção consegue sair mais em conta do que uma festa tradicional. Pousadas e hotéis muitas vezes conseguem abrigar os convidados e receber uma linda cerimônia.

Dress code – Nada mais é do que “o que vestir?”. É um código, uma orientação para que o convidado se vista adequadamente para o evento, que pode ser mais ou menos formal. Aí vão alguns: Social, Esporte, Esporte Fino, Passeio Completo e Black Tie.

 

– F – 

Fingerprint tree – Traduzindo em miúdos: árvore de impressões digitais. É aquela árvore toda fofa que se coloca normalmente na entrada da festa para que seus convidados assinem. Depois, ela fica de recordação da festa para os noivos.

Finger food – É um tipo de buffet com pequenas refeições em porções únicas, servidas diretamente na colher, no palito ou até para comer com a mão, sem talheres. A apresentação do prato é mais elaborada. Canapés e petiscos são um tipo de finger food.

First look – Não tem nada a ver com roupa. Quer dizer, tem sim! É o primeiro encontro do noivo vendo a noiva vestida, linda! Isso tudo, antes da cerimônia. Quem não é tradicional e não liga para o noivo ver a futura mulher vestida antes do “amém”, aproveita para registrar em fotos e vídeos a emoção do momento e já mata as fotos clássicas com os padrinhos antes da celebração e da festa. Assim, depois é só curtir!

 

– K –

Kit toillet – É um mimo para os convidados, mostrando que os noivos estão preocupados com o bem-estar deles. No banheiro é uma caixinha com coisas para atender emergências: linha e agulha para pregar um botão que caiu, um remedinho para dor de cabeça ou enjoo, curativo para machucados ou pés com bolhas depois de tanto dançar no salto alto, grampinhos de cabelo e produtos de higiene como absorventes para as moças.

Mini wedding – São casamentos pequeninos, recepções para até 100, 120 pessoas. Esses casamentos intimistas reúnem só as pessoas mais chegadas ao casal. Por causa do tamanho reduzido, o custo acaba sendo menor ou mais sofisticado.

 

– N –

Naked cake – É um tipo de bolo que está super em alta! Ele não leva aquela cobertura decorada com pasta americana. O bolo fica “pelado”, decorado apenas com seu recheio, flores, frutas e uma fina camada de açúcar de confeiteiro. Combina com uma temática um pouco mais rústica e menos tradicional.

Nave da igreja – Nada tem a ver com ETs ou astronautas. Pasmem: nave é o corredor interno da igreja, o caminho que noivos, padrinhos, pais e damas percorrem da entrada até o altar da cerimônia.

 

– P – 

PAX – Explicação simples, gente! Quando vocês verem ou ouvirem a expressão, isso quer dizer “número de pessoas”.

Pre-wedding – É febre entre os casais! É um ensaio fotográfico contratado pelos noivos para registrar o carinho e romance entre eles. As imagens normalmente são exibidas no grande dia e ajudam a compor o álbum final do casamento, além da decoração da festa ou convites e Save the dates (mais abaixo você descobre o que é!).

 

– R – 

R.S.V.P. – Do francês Réspondez S’il Vous Plaít, significa “Responda, por favor”. É uma forma de solicitar aos convidados que respondam o convite de casamento ou qualquer outro evento com antecedência, dizendo se comparecerão ou não. Ele aparece em forma de telefone ou e-mail no convite e fica por conta das demoiselles, madrinhas ou empresa cerimonial contratada para isso acompanhar as confirmações ou desistências.

 

– S – 

Save the date – É tipo um pré-convite. Física ou virtualmente, os noivos enviam a solicitação para que os convidados saibam quando será o evento e reservem a data em suas agendas. Esse convite não elimina a necessidade do convite oficial, hein!

 

– T – 

Trash the dress – É um ensaio que os noivos fazem pós casamento, no qual a proposta é destruir o vestido de noiva. O casal revive o dia de seu casamento em locais e de formas inusitadas. No fim, o vestuário pode ficar molhado e sujo, mas o resultado é muito legal! A última preocupação é manter o vestido da noiva branco e inteiro.

 

– V – 

Valet – É o manobrista de carros, responsável por estacionar de forma segura o veículo do convidado sem que ele precise se deslocar para longe da entrada da festa. É um conforto, um mimo.

 

 

=)